domingo, 8 de abril de 2018

Com o Maverick em Interlagos

Desde pequeno, sempre gostei de carros e corrida. Meu pai foi uma influência bastante forte para isso e uma coisa que eu sempre esperei, foi o dia em que iríamos juntos para Interlagos para ver tudo aquilo de perto.
Muito tempo passou e a oportunidade não aparecia... Em dezembro de 2013, após reencontrar o amigo David Brunstein pelas redes sociais, fiz uma loucura e fui pra Interlagos sozinho. (Nesse dia que fiz a homenagem ao José Carlos Pace). Até agora eu não tinha escrito sobre esse dia e ainda não sei explicar exatamente como foi que me senti. Cada passo lá dentro era uma emoção diferente. Eu estava super feliz de ter encontrado os amigos, ter visto os Maverick na pista e ter levado meu capacete do José Carlos Pace, só faltou o meu pai estar comigo.




























Era o primeiro ano do Blog, eu não tinha câmera (peguei duas emprestadas pra usar) não tinha noção nenhuma de fotografia e tinha o pensamento que no Blog só deveria ter fotos antigas, não essas de hoje em dia. Eu também não tinha um Maverick. Fui de ônibus, carona... Bom, muita coisa mudou de lá pra cá (ainda bem).

Resumindo a história: O amigo Reinaldo Hernandez, piloto do Maverick em homenagem ao Berta Hollywood, avisou e convidou sobre a corrida do dia 31/03/18 e eu prontamente disse que iria. Depois de 5 segundos, comecei a me perguntar como eu ia fazer kkkkkkk. No dia 01/04/18 teria um passeio de 2 voltas pela pista de Interlagos e aí eu vi que essa oportunidade não ia acontecer tão cedo novamente, então nem fiz muita conta, montei no carro e fui embora.

Dessa vez eu já tenho o Maverick e meu pai pôde ir junto. Foi excelente! Chegamos no sábado, encontramos os amigos, nos divertimos bastante.
Era pelo menos mais dois sonhos que eu realizava: Ir pra Interlagos com o meu pai e ter a possibilidade de andar com o meu Maverick na pista.

Equipe Pedrinho Racing
















Momentos antes da corrida, o Reinaldo perguntou seu eu queria ser um dos carros madrinha da prova. Cara! Eu não acreditei....Eu fui pra assistir corrida, mas é claro que eu aceitaria, puxa vida!!!
Então alinhamos os carros e assim aconteceu minha primeira volta na pista.

Mas antes disso, eu já havia avisado meu amigo Edison Guerra que nós iríamos andar na pista com o Maverick no domingo, também era um sonho dele. No sábado ele também estava lá e é claro foi junto.



Ele foi a voz e os olhos para esse vídeo:




Muito obrigado meu amigo pela companhia e atenção. Foi muito bom que você pode estar conosco nesses dois dias tão especiais!

Eu fui pego de surpresa pelo convite. Quem ia filma a gente por fora do carro? Ia dar tempo de filmar a corrida depois? Eu fiquei tão animado que me desliguei, só conseguia dirigir. Após a nossa volta fui correndo para filmar a corrida e durante uma volta e outra consegui digerir tudo aquilo que tinha acabado de acontecer... foi demais!







Segue os trechos da 1ª corrida.




Os Maverick correm na Hot Cars e a prova é feita em 12 voltas. Na 6ª volta entra o Safety Car para reagrupar os carros e é feita uma relargada. o Reinaldo chegou em 2º na geral. Foi uma grande corrida!











Foi uma festa! Até que veio a 2ª corrida, aí foi a minha vez de perguntar se podia ir pra pista como carro madrinha. Aqui preciso agradecer e elogiar grandemente o piloto do Safety Car que foi muito educado e entendeu nossa paixão pelo que estávamos fazendo. Ele concordou e deu dicas, foi muito atencioso. Muito obrigado!

Dessa vez foi meio que de última hora e o seu Edison não estava por perto, então só foi eu e meu pai.












Aí o seu Edison aparece com essas fotos incríveis!








Sem palavras... obrigado mesmo meu amigo!
Na Caravan estava o amigo Tarzo.

Assim como na primeira prova, fui correndo para filmar, mas estava ficando escuro e não deu muito certo...De qualquer forma, são coisas que jamais vão sair da minha cabeça.




Isso tudo foi apenas no sábado. No domingo voltamos a Interlagos para o tão aguardado Passeio.
Assim que cheguei de manhãzinha fiz outra coisa que queria muito:





São vários os motivos por eu gostar tanto do José Carlos Pace. No caso do Maverick, ele venceu muitas corridas em 1975  e uma homenagem simples é o mínimo que eu poderia fazer.




Bom, fomos para a concentração dos carros que iriam participar. O Passeio foi dividido entre carros antigos e carros modernos.





Fiz essas fotos logo de manhã, depois chegaram muito mais carros. Eram tantos que como o vídeo vai mostrar, enquanto completávamos uma volta na pista, ainda tinha gente entrando nela. Foi o melhor transito que já peguei kkkkk

Vejam só:









127 foi o número da minha inscrição. Acabei gostando dele e pretendo usar mais vezes em ocasiões como essa.



E assim eu encerrei um final de semana inesquecível. Teve Maverick no pódium, Maverick no passeio... Valeu muito a pena.
Agradeço mais uma vez a todos que estiveram comigo nesses dois dias. Vocês são demais!


Ford Abraço!




MAVERICK NA HISTÓRIA
A História do Maverick contada como você nunca viu! 

Curta a página e confira nosso conteúdo exclusivo para o Facebook:

Inscreva-se em nosso canal do Youtube:
www.youtube.com/user/mvk8/videos


E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Obrigado pela visita!

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .